18 de jul de 2011

PARÁBOLA DOS TALENTOS.

Vou contar esta parábola com uma simples história que ouvi outro dia e dizia assim:

História sobre ferramentas. Eram três caixas de ferramentas. Havia uma vez um empresário dono de uma grande construtora. Este homem precisava viajar para o exterior para fechar grandes negócios, então chamou seus três empregados mais próximos e lhes disse: Eu tenho que fazer uma longa viagem para expandir os meus negócios na Europa e preciso que vocês cuidem muito bem da empresa. Eu preparei uma caixa com ferramentas para cada um de vocês para que a usem na construtora até que eu volte.

Então o patrão entregou a caixa de ferramentas para cada um. Cada caixa continha todas as ferramentas que cada um deles precisava para o trabalho que o patrão esperava que fizessem. Cada um dos empregados tinha habilidades diferentes, por isso a caixa de ferramentas era diferente. Ao primeiro empregado ele deu uma caixa grande e cheia de ferramentas. Ao segundo deu uma caixa mais pequena, mas tinha bastantes e variadas ferramentas. Ao terceiro empregado deu uma caixa pequena, com poucas ferramentas, mas suficientes para que fizesse um excelente trabalho na empresa. O empresário viajou. Passados uns messes retornou e chamou os seus empregados para que pudessem prestar conta do serviço.

O primeiro empregado disse: -“Eu sei do seu grande amor e preocupação pelas pessoas que não tem lar, então usei a caixa de ferramentas que o senhor me entregou para construir casas para os necessitados”.

-Que maravilha! –disse o empresário. Você tem trabalhado muito bem. Eu vou promovê-lo, você será o chefe de todas as construções da empresa. Parabéns!

O segundo empregado disse: -“Conheço o grande amor que o senhor tem pelas pessoas idosas, então usei a caixa de ferramentas para reformar e restaurar as casas dos idosos”.

-Que fantástico! –disse o patrão- Você tem trabalhado muito bem! Eu vou promovê-lo, você será o novo gerente de reformas e manutenção da empresa. Parabéns meu amigo!

Depois chegou o terceiro empregado em silêncio, então o patrão perguntou: O que você fez com as ferramentas eu lhe dei?

O terceiro empregado respondeu: -“Eu sei que o senhor é um patrão muito exigente e que cobra muito da gente, então fiquei com medo de usar as ferramentas e estragá-las ou perdê-las. Então as guardei em um lugar seguro. Elas ficaram seguras e guardadas desde o dia que viajou. Elas estão novinhas em folha!”

- Que empregado preguiçoso você é! Eu não dei as ferramentas para que você as guardasse em um lugar seguro, eu as dei para que as usara na empresa! Você esta demitido, é um mal funcionário!

Como os outros dois empregados provaram que tinham feito um excelente uso das ferramentas o patrão pegou a caixa de ferramentas do empregado inútil e a dividiu entre eles.

Jesus quer ensinar que cada um de nós temos pelo menos um dom, uma capacidade para servir a Deus. Todos nós somos diferentes, e por isso mesmo, Deus nos deu diferentes dons, você pode fazer seu dom frutificar e usar ele na obra deus.

Todos nós podemos e devemos fazer sempre o melhor para Deus. Deus nos deu ferramentas para construir em seu reino, se usamos estas ferramentas Deus nos dará ainda mais, mas se a gente não usa os dons (ferramentas) que Deus nos deu, ele tirará de nós e o dará a outro que tenha o encargo de usá-los. Escute o que Jesus disse “Porque aquele que tem muito receberá mais e assim terá mais ainda; mas quem não tem, até o pouco que tem será tirado dele.” Mateus 25:29.
Reflita, pense será que estou usando o meu dom para servir ao Senhor?